URO: Urologia Avançada

Urologia:
 
  • A especialidade
     
  • Busca por órgão
     
  • Principais Doenças
     

URO - Urologia Avançada

Centro Médico Aliança

Tel: (71) 2108-4668

Hospital São Rafael

Tel: (71) 3409-8000

  • doctorália
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

Cirurgia da próstata

Prostatectomia Radical

Prostatectomia Radical

 

 

  • Para que serve a cirurgia?

 

A prostatectomia radical  consiste na retirada

total da próstata e vesículas seminasi,

É indicada para homens com câncer de próstata.

 

  • Como pode ser realizada
     

 

A cirurgia da próstata pode ser realizada através das técnicas robótica, laparoscópica ou aberta. Mais importante do que a via empregada é a experiência, dedicação e cuidado do seu médico cirurgião urologista.

 

  • Como é o preparo antes da cirurgia (pré operatório)?
     

1- Exames pré-operatórios: - Glicemia; hemograma; uréia; creatinina; Na;K; TP; TTPa; Cultura de urina: Radiografia de tórax e ECG.

A depender das doenças do paciente outros exames podem ser necessários.

2- Dieta habitual, evitando-se comidas gordurosas, bebidas alcoólicas ou gaseificadas. Jejum de 8 horas antes da cirurgia é necessário para evitar complicações anestésicas. 

3- Parar de fumar 4 semanas antes, fazer exercícios físicos regulares ajudam a melhorar o condicionamento cardiorespiratório.

Não faça tricotomia (raspagem dos pelos) em casa. Isso será feito no hospital

  • Depois da cirurgia
     

Como você pode ver na figura, após a retirada da próstata e das vesículas seminais - em azul - a bexiga é anastomosada (emendada) na uretra (canal da urina) por meio de pontos. Por isso, uma sonda é deixada através dessa emenda para moldar sua cicatrização e evitar vazamentos, por um período de 7 a 15 dias.

Um dreno pode ser colocado para retirar secreções, linfa ou urina que eventualmente pode escapar da anastomose vésico uretral.

A dieta é reiniciada logo após a recuperação da anestesia, quando o paciente estiver bem acordado. Deverá ser leve, rica em fibras ,e com pouca gordura e condimentos, para facilitar a digestão e esvaziamento intestinal.

Assim que o paciente se sentir disposto pode levantar-se do leito e andar no quarto e corredor do hospital. Isso deve ser estimulado o mais precocemente possível, para evitar trombose nas veias das pernas e ajudar no funcionamento do intestino.

A alta costuma ocorrer no primeiro ou segundo dia após a cirurgia, normalmente com a sonda e sem o dreno.

 

Repouso relativo é indicado devendo-se evitar subir escadas, pegar peso ou exercícios físicos por 15 a 30 dias a depender da evolução individual e da via de acesso escolhida para cada paciente.

Medicações para dor ou antibióticos podem ser necessários a depender da evolução de cada paciente.