URO: Urologia Avançada

Urologia:
 
  • A especialidade
     
  • Busca por órgão
     
  • Principais Doenças
     

URO - Urologia Avançada

Centro Médico Aliança

Tel: (71) 2108-4668

Hospital São Rafael

Tel: (71) 3409-8000

  • doctorália
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

Cirurgia de cáculo renal

Ureterolitotripsia

Ureterolitotripsia - retirada endoscópica de cálculos renais

  • Para que serve a cirurgia?

Tratamento com litotripsia (quebra) de cálculos no ureter, bexiga e rins, através de aparelhos endoscópicos muito finos, ou seja, que são introduzidos pelas vias urinárias de maneira retrógrada e sem cortes. O paciente é sedado durante o procedimento que dura em média 20 minutos.

  • Como é o preparo antes da cirurgia (pré operatório)?
     

1- Exames pré-operatórios: - Glicemia; hemograma; uréia; creatinina; Na;K; TP; TTPa; Cultura de urina: Radiografia de tórax e ECG.

A depender das doenças do paciente outros exames podem ser necessários.

2- Dieta habitual, evitando-se comidas gordurosas, bebidas alcoólicas ou gaseificadas. Jejum de 8 horas antes da cirurgia é necessário para evitar complicações anestésicas. 

Não faça tricotomia (raspagem dos pelos) . Como a cirurgia não tem cortes, os pelos não atrapalham.

  • Depois da cirurgia

Um cateter duplo J (foto ao lado , em azul) pode ser colocado para manter o ureter pérvio e ajudar na cicatrização evitando estenose (estreitamento do canal).

A dieta é reiniciada logo após a recuperação da anestesia, quando o paciente estiver bem acordado. Deverá ser leve, rica em fibras ,e com pouca gordura e condimentos, para facilitar a digestão e esvaziamento intestinal.

Assim que o paciente se sentir disposto pode levantar-se do leito e andar no quarto e corredor do hospital. Isso deve ser estimulado o mais precocemente possível.

A alta costuma ocorrer logo após ou no primeiro dia após a cirurgia, normalmente sem sonda e com o duplo J.

Retorno às atividades habituais costuma ocorrer de imediato, pois a cirurgia é realizada sem cortes,

porém alguns pacientes relatam incômodo com o duplo J

Medicações para dor ou antibióticos podem ser necessários a depender da evolução de cada paciente.

O duplo J é retirado normalmente 1 semana após o procedimento.

Pergunte ao seu médico se você ficou com o duplo J e retorne para agendar a retirada.

O duplo J não pode permanecer por mais de 30 dias para se evitar a formação de cálculos em volta do cateter.

Em casos de dores fortes ou febre, contactar imediatamente o seu médico.